Por que participar de eventos e feiras estudantis?

Captar alunos em feiras e eventos é uma excelente estratégia para a sua instituição de ensino.

Tempo de leitura: 5 minutos. Você vai ler sobre:

  • Por quê sua IES deve participar de feiras e eventos estudantis;
  • Como gerar oportunidades de novos negócios em feiras e eventos;

 

Além de divulgar a sua faculdade e os serviços que ela oferece, você posiciona a sua marca no mercado e ganha credibilidade.

As feiras e eventos – cujo o foco principal seja os alunos – são ótimas oportunidades para maximizar a captação, conhecer tendências do meio educacional, expandir o networking e estabelecer contato direto e pessoal com o público alvo.

Mas o que são essas feiras voltadas para o público estudantil?

As feiras e eventos estudantis

Esse tipo de evento são espaços importantes para as instituições de ensino que precisam melhorar sua rede de contatos, fortalecer a marca e atrair novos alunos.

São realizadas em diferentes locais e datas, variando conforme a proposta da feira, e tem unido cada vez mais diferentes instituições em sua organização.

O objetivo da feira é expor, principalmente através de stands, as faculdades – e os seus produtos e serviços -, mas, também, apresentar um conteúdo interessante aos visitantes.

Além dos stands das faculdades, onde geralmente se divulga a instituição através de panfletos e conversas, podem também ser expostos, outros tipos de conteúdos:

  • projetos inovadores e interessantes elaborados por alunos e professores
  • atividades sociais executadas pela instituição
  • projetos de extensão universitária
  • pesquisas acadêmicas
  • atividades extracurriculares
  • parcerias com outras instituições, como escolas de inglês e academias
  • e muitas outras atividades que somam diversidade e qualidade à feira.

Palestras, convenções, praça de alimentação e atividades culturais e artísticas também são excelentes formas de apresentar um conteúdo diferenciado ao evento, atrair mais público e agradar os visitantes.

Um ótimo exemplo desse tipo de evento é a Feira Guia do Estudante.

Realizada desde 2006, a Feira Guia do Estudante é um dos maiores eventos estudantis do Brasil.

A feira é focada em cursos superiores, faculdades, mercado de trabalho, carreira profissional e demais assuntos relacionados a esse nicho.

A edição de 2017 contou com a presença de mais de 34 mil visitantes – que prestigiaram as mais diferentes atividades:

  • palestras;
  • gincanas;
  • games;
  • simulados;
  • testes vocacionais;
  • atividades práticas.

 

É possível tanto organizar a própria feira – que pode acontecer no espaço físico da instituição de ensino e com a ajuda de parceiros – quanto participar de eventos que já existem, como a Feira Guia do Estudante.

Enquanto o evento próprio oferece mais proximidade com os participantes, mantendo o foco em sua instituição, participar de uma feira maior garante mais público e visitantes e a possibilidade de um networking bem maior.

No entanto, não basta apenas se inscrever e participar da feira. É muito importante estar preparado para convencer o público da qualidade de sua instituição e apostar em estratégias inteligentes para converter o maior número de matrículas possível.

Confira, a seguir, as principais vantagens de participar de eventos e um checklist prático para transformar a sua participação em uma estratégia mercadológica eficiente para captar alunos em feiras estudantis.

 

 

Os principais benefícios de participar de eventos e feiras

São muitas as vantagens da sua instituição de ensino participar de feiras e eventos voltados para estudantes. Confira os principais:

  • Divulgar sua instituição: com o mercado educacional em constante crescimento, o que o torna cada vez mais competitivo, é essencial possuir uma marca conhecida pelo público alvo. Com participações em eventos, sua instituição pode ter um stand promocional, onde estarão disponibilizados vários panfletos e materiais sobre a faculdade e seus cursos, além de profissionais disponíveis para conversar com os visitantes.

 

  • Posicionar a sua marca: não basta ter a instituição conhecida. O seu nome precisa estar consolidado no mercado. Participando dessas feiras, a faculdade marca a sua presença e adquire a possibilidade de demonstrar toda a qualidade de seu ensino. Além disso, seu nome estará associado ao evento, o que garante maior reconhecimento. Agora, se seu receio é por sua instituição de ensino não ser tão grande quanto seus concorrentes, saiba que isso não é um problema. Para entender melhor, indicamos a leitura do artigo “10 dicas para pequenas universidades ganharem destaque no mercado”.

 

  • Captar alunos: um dos principais objetivos de um gestor de faculdade é ter cada vez mais estudantes matriculados em sua instituição. E você pode facilmente captar alunos em feiras e eventos, basta ter uma equipe preparada para isso! Para converter ainda mais matrículas, você pode oferecer bolsas exclusivas para os visitantes de seu stand e de parceiros, como a Quero Educação.

 

  • Criar Mailing: como abordamos neste artigo sobre e-mail marketing, a melhor forma de obter uma lista de e-mails é de forma espontânea – quando a própria pessoa fornece seu endereço eletrônico. Você pode usar a abordagem no seu stand do evento, e até mesmo pela pesquisa citada no item anterior, para obter os e-mails dos visitantes.

 

  • Produção de conteúdo: durante toda a realização do evento, você pode aproveitar para fotografar, filmar, entrevistar e adquirir materiais ricos para produção de conteúdo próprio, tanto para a mídia offline quanto online. As fotos e vídeos da feira, principalmente os produzidos com os visitantes de seu stand, bem como o conteúdo produzido, podem ser disponibilizados no site e redes sociais da instituição e enviados como e-mail marketing.

 

  • Networking: parcerias e contatos profissionais são essenciais para que uma instituição seja mais competitiva no mercado. Em uma feira, você tem a possibilidade de criar relações não apenas com o público alvo e potenciais alunos, mas também com outras instituições e profissionais ligados ao mercado educacional.

 

  • Analisar seus concorrentes: para sair na frente de seus concorrentes, você precisa estudá-los. Conhecê-los muito bem é uma etapa bastante importante para o marketing estratégico. Até apontamos a análise da concorrência como um dos principais indicadores que devem ser acompanhados diariamente pelo gestor. Em uma feira estudantil, você terá a oportunidade de coletar informações importantes sobre quem disputa alunos com você.

 

  • Comunicação: nada como o marketing boca a boca, não é verdade? Esse tipo de comunicação é uma estratégia do Marketing de Relacionamento, e aqui você consegue colocá-la em prática. Sair de trás do balcão e das campanhas de mídia e se tornar presente, suscetível ao toque, para seu público, o atinge de uma forma bastante eficaz. Você estreita as relações, tornando-as mais pessoais.

 

Como aproveitar para gerar oportunidades e captar alunos em feiras e eventos

Participar de grandes eventos é uma ótima oportunidade para atrair alunos, mas, se não for bem executada, também pode se tornar uma atividade bem estressante e cansativa. Não cometa esse erro!

Leia também: Como evitar o estresse no trabalho durante a captação de alunos.

Confira, através de um checklist prático que preparamos para você, preciosas dicas para gerar oportunidade de novos negócios e captar alunos em feiras e eventos. São 8 dicas que transformarão sua participação:

1 – Busque informações: leia os regulamentos dos eventos que irá participar. Saiba quais empresas e instituições estarão presentes. Informe-se sobre a quantidade de visitantes e outras informações relevantes. Use-as a seu favor!

2 – Organize-se: separe os materiais, pôsteres, banners e panfletos que utilizará. Pense nas ferramentas que usará – e nas que poderão ser necessárias, como extensão de energia – no stand de sua instituição. Organize, também, a logística necessária.

3 – Esteja preparado: elabore e estude a sua abordagem e apresentação. Dê treinamento à equipe que irá trabalhar na feira. A estratégia precisa estar muito bem alinhada entre todos os funcionários que enviará ao evento. Em outro artigo, apresentamos como potencializar a performance de sua equipe.

4 – Comece o networking: antes do evento, é importante já ter investido no relacionamento com os organizadores e instituições presentes no evento. Eles podem ajudar e tornar seu trabalho muito mais eficiente.

5 – Divulgue: mesmo que sua instituição não faça parte dos organizadores oficiais, é essencial divulgar a feira. Assim, você associa a sua marca ao evento e fortalece a sua presença.

6 – Avalie: o pós-feira é igualmente importante como o evento em si. Analise os indicadores. Some o número de visitantes que seu stand recebeu e compare com os participante do evento em si. Avalie as respostas dos questionários e pesquisas. Calcule a quantidade de material distribuído.

7 – Relacione-se: divulgue os resultados da feira. Aproveite o mailing adquirido e envie as fotos e materiais por e-mail marketing. Compartilhe a cobertura do evento em seu site e redes sociais. Não perca tempo! Os participantes da feira estarão ansiosos e esperando o primeiro a postar.

8 – Reconheça: parabenize os colaboradores que participaram da feira. Não é fácil trabalhar em eventos, e o reconhecimento gera motivação e melhora o atendimento da equipe toda. Um líder precisa somar na sua equipe!

 

 

Para lembrar

Relembre os principais pontos abordados neste artigo para conseguir captar alunos em feiras e eventos de forma mais eficaz.

  • Feiras estudantis são uma ótima oportunidade para maximizar a captação de alunos.
  • Esses eventos são um espaço apropriado para divulgação de sua instituição e dos serviços oferecidos.
  • Mailing, networking, fortalecimento da marca e troca de informações são outros benefícios da participação em feiras e eventos.
  • Não basta participar, é preciso planejamento prévio e desenvolvimento de uma estratégia inteligente.

 

O que você achou deste conteúdo?

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 5,00)
Loading...

Sérgio Fiuza

View posts by Sérgio Fiuza
Sérgio é VP de Mercado da Quero Educação, startup que já inclui mais de 300 mil estudantes no ensino superior brasileiro por meio da concessão de bolsas de estudo. Além disso, construiu também carreira acadêmica, atuando como professor na Fundação Dom Cabral e Fundação Getúlio Vargas, além de participar de projetos no MIT e na Michigan State University.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
[números e fatos]
[números e fatos]