Como ser a melhor opção para o aluno nos marketplaces

Entenda os principais argumentos que convencem os alunos a estudarem através dos marketplaces educacionais.

Tempo de leitura: 5 minutos. Você vai ler sobre:

  • O conceito marketplace
  • Como garantir um bom ranqueamento dentro do site do Quero Bolsa
  • Aparecer na primeira página do site do Quero Bolsa, é possível?
  • Vantagens da plataforma de Marketplace
  • Principais diferenciais do Quero Bolsa quanto plataforma

O Quero Bolsa é hoje o maior marketplace educacional do Brasil em visitas.

Por isso, conhecemos muito dos alunos brasileiros e o dado mais surpreendente é que mais de 70% dos alunos que nos procuram e efetivam suas matrículas estavam indecisos, fazendo buscas sem especificar a instituição de ensino superior (IES).

Ou seja, esse dado não era o mais importante no processo de decisão do aluno.

Por isso, sabemos que estar bem colocado nas buscas pode ser o diferencial entre o seu potencial aluno escolher você ou o seu concorrente.

Como ser a melhor opção para o aluno nos marketplaces

E como garantir um bom ranqueamento no Quero Bolsa?

Os algoritmos de priorização de busca verificam vários parâmetros para tomar essa decisão.

O principal deles é o perfil de busca; responsável por definir quem aparece e em qual ordem.

Para que isso aconteça, a oferta tem que se adequar ao perfil do aluno.

Nossos algoritmos verificam desde a região de preferência do aluno, até o quanto estão dispostos a pagar – informação coletada na home do site do Quero Bolsa.

Estudos baseados em nossos dados históricos mostram que os alunos compram tickets 10% acima até 40% abaixo dos valores que informam que aceitam pagar. Ou seja, na busca são priorizadas as ofertas que se enquadram no perfil de pesquisa do usuário.

Assim, é necessário que a faculdade calibre seus descontos ao poder de pagamento do público-alvo.

Como fazer com que sua IES apareça na primeira página

Os 3 parâmetros a seguir são os que farão esse desempate:

  1. Atratividade: faz com que, dentre as várias opções, aquela seja a mais atraente para o aluno. Descontos e preço final aderente, bem como bom posicionamento contra a concorrência são aspectos chave.
  2. Exclusividade: mede a quantidade de vezes que um curso é “adicionado ao carrinho” por um aluno para se obter uma venda. É um indicador de saúde da operação. Neste caso, é fundamental que a parceria ofereça um diferencial real e que o atendimento da faculdade receba o aluno do Quero Bolsa com excelência.
  3. Pré-matrícula: é o valor que o aluno paga na plataforma, o qual é calculado com base na modalidade de parceria escolhida. Parcerias QB+ são priorizadas no algoritmo por apresentarem conversão natural maior, dado que o aluno não efetivamente paga para ter o desconto.

O QB+ é um sistema de parceria que converte a primeira mensalidade cedida para o aluno em benefícios para o parceiro, o que naturalmente coloca a IES em melhores posições no site além de ter um valor mais competitivo, mais visitas e consequentemente mais matrículas.

Além disso, uma parte emergente, porém significativa da captação de interessados do Quero Bolsa já advém de parcerias com empresas e associações.

Nestas, é feito um trabalho que começa com a conscientização de estudar para progredir, levando conteúdo relevante para o candidato até que o mesmo identifique genuinamente a necessidade e assim, passe a enxergar o Quero Bolsa como referência.

Dessa forma, o interessado avança para identificação do tipo de produto que se encaixa à realidade dele, o que culmina na escolha da universidade e consequentemente na efetivação da matrícula.

Alunos adicionais

Outra dúvida bastante frequente sobre marketplaces é sobre quem são os interessados, no caso do Quero Bolsa a pergunta seria: “Os alunos que vocês estão me trazendo não são os mesmos que já se matriculariam organicamente?”.

Com o que foi discutido até agora já é possível responder que não, mas é possível ir mais fundo. 

Há elementos que justificam fortemente essa resposta, a partir do momento em que o candidato entra no canal, sua tomada de decisão passa a ser influenciada de forma decisiva nesse ambiente. Abaixo, alguns estudos que comprovam essa situação.

Estudos fundamentados pela área de Inteligência da Quero Educação com nossas bases de dados do primeiro semestre de 2017, estavam tentando responder a questão: “O Quero Bolsa trouxe uma grande quantidade de alunos para universidades em 2017.1.

Se a parceria não existisse, quantos destes alunos a própria universidade já traria a cada 100 alunos?”

Resultados de uma captação com o Quero Bolsa

Os estudos mostraram que em média 84 desses 100 alunos, eram alunos adicionais, porém esses alunos pagam menos. Fazendo a equivalência para o ticket médio da faculdade, teríamos 61 alunos captados.

E qual seria o investimento para trazer esses alunos?

De acordo com a pesquisa, 12 alunos que vieram pelo Quero Bolsa já viriam pela faculdade e o investimento para a parceria seria o valor referente a mais 2 alunos.

Se o número de alunos equivalentes foi de 61, teríamos um total de 49 novos alunos captados. Resumindo, o investimento no valor de 2 alunos trouxe 49 novos alunos. 

Além disso, o estudo verificou que apenas 29% dos alunos que compraram no site procuraram apenas uma marca, dos quais apenas 30% (9% do total) topariam pagar o preço cheio.

Os outros 71% pesquisaram mais de uma ou sequer citaram alguma faculdade e descobriram as opções diretamente no site.

Hoje, a plataforma traz uma adicionalidade mínima de 71% para os parceiros. Esta análise aparece com riqueza de detalhes em nosso Panorama do Ensino Superior do Brasil, que você pode ler na íntegra neste link.

De forma geral, uma IES alinhada e saudável na operação do Quero Bolsa, aparecerá nas buscas com um bom ranqueamento e terá ótimos indicadores de conversão.

Caso contrário, é fato que a faculdade não será priorizada na busca, acarretando até na retirada da mesma do site pelos nossos algoritmos, já que esses não identificam a instituição como uma boa opção para os alunos.

Assim sendo, tanto a atualização e a consistência de informações como o bom treinamento do balcão levam a aumentos expressivos na captação de alunos na nossa plataforma.

Se interessou pelo tema e quer saber mais sobre as principais técnicas para se destacar em marketplaces educacionais?

 

 

Deixe seu contato abaixo para receber nossos artigos e novidades sobre marketing educacional:

 

O que você achou deste conteúdo?

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Sérgio Fiuza

View posts by Sérgio Fiuza
Sérgio é VP de Mercado da Quero Educação, startup que já inclui mais de 300 mil estudantes no ensino superior brasileiro por meio da concessão de bolsas de estudo. Além disso, construiu também carreira acadêmica, atuando como professor na Fundação Dom Cabral e Fundação Getúlio Vargas, além de participar de projetos no MIT e na Michigan State University.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
[números e fatos]
[números e fatos]