O que a sua IES ganha trabalhando corretamente no marketplace Quero Bolsa?

Descubra as vantagens desse modelo de negócios e entenda a desintermediação e por quê evitá-la no marketplace Quero Bolsa.

Sala cheia, muitas matrículas concluídas e equipe feliz com as metas alcançadas. É essa a resposta ideal que toda IES quer receber por ter uma estratégia eficiente de captação de alunos. É aí que entra uma possibilidade inovadora e que tem garantido resultados para as IES: o marketplace!

Por ser uma estratégia mais recente no mercado, muitos gestores ainda não conhecem as melhores formas de explorar este recurso. Além disso, há também alguns medos comuns em inovar no processo de captação.

Neste artigo vamos esclarecer tudo que você precisa saber sobre marketplaces para IES. É hora de aprender a fortalecer sua captação através do case fenômeno do marketplace Quero Bolsa, o maior do Brasil em número de visitas e matrículas.

Entenda melhor este cenário e evite a desintermediação no ambiente de marketplaces. Saiba como gerar mais resultados para sua IES e fugir dos erros mais comuns.

Marketplace e a captação de sucesso

O Quero Bolsa é hoje o maior marketplace educacional do Brasil em visitas. Vamos partir deste exemplo para entender as melhores estratégias de desempenho neste marketplace.

Uma pesquisa feita pela Quero Educação revelou que mais de 70% dos alunos que procuram a Quero Bolsa estavam indecisos sobre a escolha da IES antes de efetivarem suas matrículas. Isso quer dizer que, essas pessoas estavam fazendo buscas sem especificar a instituição de ensino superior (IES).Ou seja, o contato com o marketplace representa um importante momento na etapa de decisão do aluno.

marketplace Quero Bolsa

É necessário trabalhar as melhores formas de captar através desse modelo de negócios.

Algumas das vantagens de trabalhar sua marca no marketplace Quero Bolsa são: visibilidade, investimentos e retornos, aumento das matrículas, uso do SEO e o alcance de um público mais diverso. Entenda um pouco de cada uma delas antes de falarmos sobre desintermediação:

Mais visibilidade para sua IES

A maior vantagem em utilizar um marketplace educacional é a visibilidade. Quanto maior a quantidade de visitas do site, mais fácil é de solidificar seu público atingido. Com alcances como o do marketplace Quero Bolsa, você torna a sua captação de alunos mais eficiente.

Se o site possui credibilidade no mercado, ele torna-se uma porta de entrada de confiança para o consumidor.

Flexibilidade de investimento e retorno

Em uma plataforma específica para IES, como o marketplace Quero Bolsa, é possível viabilizar uma parceria de maior impacto do que em outros marketplaces, alinhada aos seus objetivos. 

Nesse modelo sua IES consegue uma margem de lucro maior, pois potencializa os investimentos em marketing, tecnologia e mídia que envolvem uma campanha de captação, por exemplo.  

*No caso do marketplace Quero Bolsa, a primeira mensalidade paga pelo aluno vai para o Quero Bolsa. Fora esse valor, não há mais nenhum custo, seja para estudantes ou para a IES. A instituição de ensino, no entanto, precisa manter o desconto até o final do curso.

Aumento do número de matrículas e valorização da marca

Ao contrário do que muitos gestores pensam, trabalhar com marketplace educacional não desvaloriza a marca da IES.

O Quero Bolsa fez um levantamento para analisar os valores absolutos de preferência das marcas de cinco universidades premium de São Paulo: Anhembi Morumbi, Belas Artes, Mackenzie, PUC e UMC. A pesquisa envolveu marcas que estavam ou não no marketplace Quero Bolsa e seus desempenhos na época.

Entre as marcas que estavam há mais tempo na plataforma, o índice de brand preference da UMC teve crescimento anual de 19%, a Mackenzie apresentou alta de 22% e Belas Artes aumentou 34%!

Isso significa um resultado médio de 25% entre as parceiras do Quero Bolsa (UMC, Mackenzie e Belas Artes), contra um de 14% entre as então não parceiras (PUC e Anhembi Morumbi). Ou seja, a valorização das IES que estavam no Quero Bolsa dobrou em relação as que não estavam.

A partir da pesquisa, conclui-se que estar em um marketplace não interfere na construção de marca trabalhada por cada IES. Além disso, os dados sugerem que o marketplace pode ensinar ao público o verdadeiro valor da marca, tanto pelos preços, quanto pelos demais diferenciais listados.

Por outro lado, a marca que não está no marketplace pode cair no esquecimento do público. Não só pelo aspecto de existência no mercado, mas também pelo próprio valor intangível que ela carrega.

Diversidade de Público e Crescimento do Negócio

Com o aumento de visibilidade, de alunos e de faturamento, o marketplace Quero Bolsa possibilita o crescimento da sua IES.

Ele pode ser considerado parte de uma estratégia constante de captação de alunos. Com um marketplace fortalecido é possível atingir mais pessoas de diferentes maneiras.

SEO

O SEO é um recurso potente para posicionar melhor sua IES no ambiente digital. Trabalhe bem esta ferramenta e ganhe força dentro do marketplace Quero Bolsa.

Fuja da desintermediação no marketplace educacional

O próprio termo já não é dos melhores, mas há ainda mais motivos para fugir da desintermediação. Muitas IES nem conhecem ainda este termo e fazem a desintermediação sem ter consciência do que é.

A desintermediação é quando sua IES envia uma oferta para o Quero Bolsa, em que o valor final é o mesmo trabalhado no próprio balcão da instituição de ensino ou até menor. 

Com a desintermediação, a instituição pode até lucrar em um primeiro momento, no entanto, os algoritmos de priorização do site do Quero Bolsa entendem com isso, que aquela oferta não é interessante para o aluno e, portanto, escondem a oferta no site. A IES que aparecia na primeira página do marketplace, portanto, pode ir parar na última, de uma hora para a outra e ficar indisponível para os alunos indecisos, que representam 70% do público que procura o marketplace. Assim, a instituição perde não apenas a chance de trabalhar o desconto oferecido apenas com alunos que de fato precisam deste, como também permite que potenciais alunos corram direto para os braços da concorrência.

Por isso é preciso que você entenda o poder que uma boa oferta tem para o aluno. Essa talvez seja a questão que deve estar mais clara para o gestor antes de uma parceria com a Quero Bolsa. Não é só uma questão de preços, mas é também o momento de mostrar o valor da IES na negociação e conquistar a confiança do seu aluno.  

Para ter bom desempenho no marketplace Quero Bolsa, você deve atrair seu aluno de verdade, com uma oferta estrategicamente vantajosa para todos e exclusividade.

Por que não fazer desintermediação?

O foco do Quero Bolsa é levar alunos adicionais para sua IES.

Com ofertas diferenciadas do balcão, o modelo de negócios do marketplace Quero Bolsa consegue cumprir seu papel, captando outro tipo de público. Sendo assim, fica para IES a missão de captar outro nicho: o de alunos que podem pagar valores mais altos ou inteiros.

A IES lucra mais, pois não precisa agressivar suas ofertas no balcão e não perde receita. A não desintermediação também contribui para fortalecer sua marca. Além disso, com a parceria funcionando de forma correta com o Quero Bolsa, o desconto não fica ligado diretamente à marca da IES, o que pode fortalecê-la no mercado.

Conclusão

Mais alunos, diferentes tipos de públicos, nichos mais qualificados e marca fortalecida. Chega de criar ofertas no desespero para captar!

O marketplace Quero Bolsa é um modelo de baixo custo que traz grandes retornos de investimento para a IES. Em um mercado cada vez mais concorrido, é preciso buscar alternativas e saber traçar estratégias efetivas.

Mais de 1000 IES já estão no Quero Bolsa  potencializando a captação de alunos.

Fale com um consultor e entenda como alcançar melhores resultados através de uma parceria com o Quero Bolsa.

https://conteudo.queroalunos.com/fale-com-um-especialista

O que você achou deste conteúdo?

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 5,00)
Loading...

Patrick Caldas

View posts by Patrick Caldas
Patrick é VP de Parcerias da Quero Educação, startup que já inclui mais de 300 mil estudantes no ensino superior brasileiro por meio da concessão de bolsas de estudo. Formou-se em Engenharia Aeronáutica no ITA e possui experiência nas áreas de Finanças, Logística, Gestão, Planejamento Estratégico e Inteligência de Mercado, atuando em empresas nacionais e multinacionais de pequeno, médio e grande porte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
[números e fatos]
[números e fatos]