Como gerir os docentes da sua IES?

Uma boa gestão de docentes tem impacto na satisfação e no desempenho dos alunos.

Para que as instituições de ensino superior privadas mantenham sua qualidade e competitividade, é preciso que se preocupem com sua gestão de docentes, já que eles são elementos essenciais para um ensino de valor.

O corpo docente deve ser bem preparado e engajado com o principal objetivo do estabelecimento de ensino, que é ofertar educação estruturada e em sintonia com a realidade do país.

 

 

Índices publicados pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) mostram, por exemplo, que aumentou o número de docentes com mestrado na rede privada de educação superior, apontando a relação entre o desenvolvimento dos profissionais e a qualidade do ensino.

Uma das figuras chave de uma IES é a do gestor, que tem sob sua responsabilidade alinhar as estratégias e políticas de gestão de docentes às estratégias da IES a fim de obter os resultados planejados.

As IES podem investir em grandes estruturas como laboratórios de ciências, bibliotecas digitais ou tecnologias de inteligência artificial, no entanto, elas ainda dependem de pessoas para ensinar. Por isso, acertar na gestão de docentes faz toda a diferença.

Quais os benefícios da gestão de docentes para a IES?

Gestores que percebem que o aprendizado do aluno é uma responsabilidade compartilhada e que recrutam um grupo de educadores apaixonados para fazer parte de sua equipe fazem uma diferença substancial, inclusive na captação de alunos.

Professores qualificados têm influência direta na satisfação dos estudantes com a IES, por isso, faz parte da gestão de docentes investir em cursos, certificações e outras formas de adquirir conhecimento para partilhar em sala de aula.

A participação dos professores em simpósios, congressos, seminários, workshops e treinamentos os mantém atualizados e alinhados com o que acontece no Brasil e no mundo em termos de educação.

 


 

Uma gestão eficiente de docentes também impacta o aprendizado do estudante. Com um professor capacitado e motivado, um aluno pode conseguir em meio ano o que levaria um ano inteiro com um professor menos produtivo.

Segundo o site australiano Grattan Institute, esse impacto é cumulativo: ao longo de três anos, os alunos que têm aulas com professores eficazes superam em até 50 pontos percentuais os que estudam com professores improdutivos.

 

gestão de professores

 

Como fazer gestão de docentes?

 

Além de motivar e investir na qualificação dos educadores, o gestor tem a opção de colocar em prática outras iniciativas na gestão de docentes. Elas trazem bons resultados para captação de alunos, comunicação e adaptação a novos recursos, regras e procedimentos adotados pela IES.

Valorize o corpo docente

Salários compatíveis com o mercado e planos de carreira atraentes são um ótimo incentivo, mas isso não é tudo. Trabalhe para criar um ambiente de trabalho do qual os educadores tenham gosto de fazer parte, no qual sintam-se respeitados e inspirados.

Uma dica prática é buscar parcerias com empresas privadas que ofereçam serviços de lazer, cultura e entretenimento com descontos e preços acessíveis para os professores.

Ofereça suporte quando houver problemas

Evite ser um gestor que vira as costas para as dificuldades dos professores. Promova reuniões curtas, mas que sejam produtivas, em que se possa expor os problemas, discutir maneiras de resolvê-los e oferecer feedbacks.

Ofereça ferramentas capazes de otimizar o tempo do professor e lembre-se de que ele também tem prioridades fora do horário de trabalho.

Partilhe informações, promova a transparência e defina com os professores estratégias coerentes e que fortaleçam suas relações com o gestor e com os estudantes.

 

Alinhe o docente à proposta pedagógica

Todos os departamentos devem conhecer bem a proposta pedagógica da IES, que é inspirada na Base Nacional Comum Curricular e suas competências socioemocionais, e como implementá-la no cotidiano da escola.

Se o docente não atua conforme a proposta pedagógica adotada pela IES, seu trabalho pode ficar prejudicado, o que gera insatisfação e impressões negativas.

Os educadores também precisam trabalhar com os alunos conforme a cultura e a ideologia propostas pela escola. É papel do gestor de docentes deixar isso bastante claro e reforçar cada vez que o professor se afasta dos ideais e objetivos da IES.

Engaje os professores

 

Um modo de fortalecer o trabalho dos docentes é promover a cooperação entre eles, inclusive, aproximando os veteranos daqueles que estão começando a carreira. Assim, há troca de experiências e ajuda mútua.

Atue para que os professores sintam-se parte fundamental do estabelecimento de ensino, dando espaço para que colaborem com ideias não apenas para a sala de aula, mas para toda a IES, incluindo sua participação na comunidade.

Tente dar sensação de liberdade ao professor para ser criativo e para fazer escolhas em classe, desde que atreladas à ideologia da instituição.

Invista em comunicação

 

A Era da Informação trouxe consigo tecnologias que de fato ajudam os gestores das escolas.

Aplicativos de comunicação escolar estão ficando populares e substituindo agendas, quadros de avisos e cadernetas e conectando funcionários e alunos.

Essas tecnologias diminuem a burocracia na rotina de trabalho dos professores e dinamizam a comunicação entre eles e o gestor.

 

 

Evidentemente, ser um bom comunicador vai além de usar ferramentas tecnológicas. É preciso expressar-se claramente, dar a informação completa e explicar o que se espera dos funcionários.

Como gestor de docentes, trabalhe para diminuir ou acabar com os mal-entendidos, assegurando-se de que o receptor da sua mensagem compreendeu tudo o que foi dito.

 

Conclusão

Uma gestão de docentes eficiente pode realmente melhorar a vida dos alunos, pais e professores porque organiza os processos, diminui os ruídos na comunicação, alinha os funcionários aos objetivos da escola e aumenta a satisfação entre funcionários e alunos.

Essa gestão é feita com o uso de práticas que incluem rigorosa coleta de dados sobre lições, feedback sistemático e apoio ao corpo docente.

 

gestão de professores

 

A gestão de docentes é uma prática que requer assertividade, capacidade de delegar tarefas adequadamente e espírito de liderança.

Lidar com pessoas e suas dificuldades na instituição de ensino é um desafio diário da gestão de docentes. Por isso, fazer dos professores seus aliados é uma tática excelente para tornar essa tarefa mais satisfatória.

 

O que você achou deste conteúdo?

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 5,00)
Loading...

Sérgio Fiuza

View posts by Sérgio Fiuza
Sérgio é diretor de Mercado da Quero Educação, startup que já inclui mais de 450 mil estudantes no ensino superior brasileiro por meio da concessão de bolsas de estudo. Além disso, construiu também carreira acadêmica, atuando como professor na Fundação Dom Cabral e Fundação Getúlio Vargas, além de participar de projetos no MIT e na Michigan State University.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
[números e fatos]
[números e fatos]