Franquias: como transformar sua escola em uma

Saiba como transformar a sua escola de idiomas em uma franquia de sucesso e entenda as vantagens de ser um franqueador.

Se a sua escola de idiomas está crescendo e obtendo bons resultados, você provavelmente já começou a pensar em formas de expandir seu negócio e abrir novas unidades.

A melhor forma de fazer isso é iniciando uma rede de franquias.

Nesse modelo de negócios, o franqueador concede aos franqueados os direitos de uso da marca, bem como de sistemas de operação ou de suas tecnologias de gestão mediante o cumprimento de algumas obrigações.

Essa prática é muito comum no Brasil e está se expandindo cada vez.

Além disso, tornar-se um franqueador pode proporcionar muitas vantagens para a sua escola de idiomas.

Franchise business in flat style. Vector illustration

Quer saber como começar a planejar a transição de seu negócio?

Então, continue a leitura! Neste artigo, vamos abordar os seguintes assuntos:

  • As vantagens de se trabalhar com o sistema de franquias;
  • Como tornar a sua escola de idiomas uma franquia.

Vantagens de transformar a sua escola de idiomas em franquia

O mercado de cursos de idiomas é um dos mais tradicionais do ramo de franquias e cresce continuamente, alcançando um alto faturamento anual.

De acordo com a ABF, entre o terceiro semestre de 2017 e o de 2018, o segmento de serviços educacionais, no qual estão incluídas as escolas de idiomas, cresceu 3,4%, com receita de R$ 3,071 bilhões.

Considerando o cenário atual do país e os altos índices de desemprego, que fazem com que muitos busquem aprender outros idiomas para conseguir um trabalho, fica claro que esse segmento só tende a crescer.

Por isso, pode ser muito vantajoso transformar sua escola em uma rede de franquias.

Há várias outras vantagens em se tornar um franqueador.

Conheça algumas delas:

  1. Rapidez na expansão
  2. Captação de recursos para crescer
  3. Maior poder de negociação com fornecedores
  4. Vantagem competitiva e maior visibilidade

Com todas essas vantagens, fica claro que o modelo de franquias, quando bem administrado, pode ser muito rentável.

Quer saber como implementá-lo em seu negócio? 

Como se tornar franqueador e expandir seu negócio

O processo para transformar uma escola de idiomas em franquia é complexo e exige um planejamento detalhado, além de muitas pesquisas.

Contudo, seguindo alguns passos, é possível tornar-se um franqueador de sucesso.

Confira, agora, as etapas para começar a expandir o seu negócio por meio de franquias:

1 – Análise da situação da escola

Antes de tudo, é preciso analisar a situação de sua escola de idiomas para verificar a viabilidade da adoção do modelo de franquias e os procedimentos que faltam para essa transição.

Verifique se ela conta com um diferencial competitivo, que é um dos fatores-chave para a criação de uma rede de franquias de sucesso.

Também é preciso se certificar de que todas as questões legais foram acertadas, como, por exemplo, o registro de marca.

Afinal, só é possível tornar-se franqueador detendo a propriedade de sua marca. Portanto, caso ainda não tenha feito esse procedimento, não deixe de registrá-la junto ao INPI.

2 – Planejamento

Após a análise, o próximo passo é iniciar a definição de um plano de negócios detalhado para a transformação de sua empresa em franquia.

Assim, será preciso planejar toda a estrutura que comporá sua rede de franquias, como os limites financeiros, questões operacionais e vários outros aspectos.

Nesta etapa, é essencial definir o fluxo de caixa esperado para as novas unidades e o prazo para retorno do investimento inicial delas.

Também é necessário estabelecer as taxas que serão praticadas.

Essas receitas devem ser suficientes para que você possa arcar com todos os gastos com consultorias, suporte ao franqueado e treinamentos, além de gerar lucro.

3 – Elaboração do plano de expansão

Após o planejamento inicial, chegou o momento de traçar o plano de expansão da franquia.

Para isso, você deve definir as localidades onde serão instaladas as franquias de forma estratégica.

Afinal, o sucesso de seu plano depende do desempenho dessas primeiras unidades.

Elas funcionarão como os cartões de visita de sua franquia de escola de idiomas e serão responsáveis por disseminar o conceito nas regiões escolhidas, atraindo novos investidores para o seu negócio.

Portanto, escolha os locais com maior potencial para novas operações.

Inicialmente, é interessante começar com novas franquias em locais situados perto da matriz.

Mas, para definir os próximos, você pode fazer pesquisas e análises do mercado de cada local, bem como do perfil do público e suas necessidades.

4 – Padronização dos processos

Quem busca abrir uma franquia não quer começar um negócio do zero, mas, sim, contar com o know how do franqueador, ou seja, seus conhecimentos práticos adquiridos ao longo do tempo em seu negócio.

Portanto, é preciso elaborar manuais de operação, detalhando de forma clara todos os processos, desde a instalação até a estrutura dos departamentos, os cursos, método de ensino utilizado e atividades do cotidiano.

Além dos manuais, você pode transferir conhecimentos para os franqueados por meio de cursos e treinamentos, de modo a garantir que eles compreendam a proposta de seu negócio.

5 – Preparação dos instrumentos jurídicos

Uma das partes mais importantes da transformação de uma escola de idiomas em franquia consiste na elaboração dos contratos que deverão reger sua relação com os franqueados.

São eles que garantem a segurança jurídica do negócio.

Antes de iniciar as vendas, é preciso se certificar de que tudo esteja correto para que não haja complicações futuras.

Por isso, é interessante contar com o auxílio de especialistas que tenham conhecimento nas questões jurídicas do franchising.

Os principais são a circular de oferta de franquia (COF), o pré-contrato e o contrato de franquia.

Na COF, é onde deverão constar informações acerca da organização de sua rede de franquias, informando a situação legal da marca, o tempo de contrato, direitos sobre a marca, taxas, investimentos que o franqueado deverá fazer, entre outros detalhes.

6 – Divulgação da franquia

Após todo o planejamento e preparação, chegou o momento de divulgar a franquia, oferecendo-a a potenciais empreendedores.

É importante contar com uma estratégia de marketing voltada para esse público.

Para isso, os canais mais eficientes são as feiras de negócios, eventos relacionados ao franchising e sites ou revistas voltadas a empreendedores.

Ao vender, é importante passar uma imagem de profissionalismo e experiência no nicho de cursos de idiomas.

Afinal, esse mercado é altamente competitivo e diversas outras franquias de escolas estarão disputando a atenção desses empreendedores.

7 – Seleção de franqueados

A seleção correta dos franqueados é um dos fatores cruciais para o sucesso de uma rede de franquias de escolas.

Mais do que meros investidores, eles devem ser verdadeiros parceiros de seu negócio, vestindo a camisa da marca.

Portanto, elabore um processo de seleção de candidatos com perfil adequado, que demonstrem responsabilidade e comprometimento.

Em geral, os franqueadores costumam escolher pessoas com perfil de liderança, boa comunicação, que sabem trabalhar em equipe e contam com conhecimentos básicos acerca do setor e do modelo de franquias.

Também é importante verificar se o candidato de fato conta com as condições financeiras necessárias para assumir o investimento inicial, bem como o capital de giro.

Afinal, a franquia levará algum tempo para se estabilizar e poder se manter sozinha.

8 – Comunicação com os franqueados

A comunicação entre franqueadores e franqueados é o que garantirá a saúde de seu negócio.

Por isso, é importante contar com canais específicos para esses contatos.

Por meio deles, será possível trocar informações relevantes sobre a gestão de funcionários, a situação das franquias e outras questões do cotidiano das escolas.

Além disso, os franqueados poderão esclarecer dúvidas sempre que necessário.

Procure realizar reuniões, consultorias de campo ou pela internet e contar com um call center para atender franqueados.

Também é interessante utilizar sistemas informatizados, que permitem uma interação rápida e geram relatórios com informações relevantes sobre sua parceria.

Conclusão

Se você chegou até aqui, já sabe como expandir o seu negócio transformando a sua escola de idiomas em franquia.

Esse modelo permite crescer rapidamente, sendo a melhor opção para donos de escolas que desejam abrir novas unidades sem precisar de um investimento tão alto.

Contudo, para obter sucesso nessa estratégia, é necessário fazer uma análise minuciosa da situação de sua escola e, a partir disso, realizar um planejamento detalhado.

Com um bom plano de expansão e uma comunicação adequada com seus franqueados, será possível alcançar ótimos resultados e se tornar uma referência no mercado de cursos de idiomas.

Este conteúdo sobre a abertura de novas unidades por meio do sistema de franquias foi útil para você?

Então, continue no blog e aproveite para a assinar a nossa newsletter.

Assim, você receberá conteúdos exclusivos sobre o mercado educacional em primeira mão.

O que você achou deste conteúdo?

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
[números e fatos]
[números e fatos]