Como transformar seus alunos em defensores da sua IES

Saiba mais sobre o Marketing de Defensores e transforme seus alunos em defensores da sua IES.

Não há dúvidas que estamos vivenciando uma era de grandes mudanças. O rápido avanço da tecnologia por meio da internet e smartphones tem mudado a forma como nos relacionamos uns com os outros e também com as empresas.

Uma das grandes mudanças diz respeito ao comportamento do consumidor moderno. A forma como as pessoas decidem realizar uma compra mudou completamente.

Se antes as pessoas eram impactadas por propagandas e tomavam a ação de compra, hoje esse processo é muito mais complexo.

 

alunos defensores

 

A cada dia somos bombardeados com milhares de mensagens publicitárias dos mais diversos tipos de produtos e serviços. Elas estão em todos os lugares.

Enchendo nossa caixa de e-mail com produtos que não queremos, nos interrompendo antes de assistirmos um vídeo no Youtube, um pop-up atrapalhando a leitura de uma notícia, no SMS indesejado, na ligação do telemarketing que não fazemos ideia do que seja ou nos canais tradicionais como outdoor, rádio, TV, etc.

O fato é que nosso cérebro não consegue lidar com esse mar de informações irrelevantes e assim cria uma defesa conhecida como “cegueira para anúncios”. Ou seja, somos impactados pelos anúncios, mas nosso cérebro os ignora.

Uma pesquisa realizada pela Global Web Index, mostrou que as pessoas prestam 2x mais atenção em postagens feitas por usuários do que pelas empresas.

Além disso, a Nielsen, em sua última pesquisa sobre confiança do consumidor, mostrou que 88% das pessoas na América Latina confiam na recomendação de amigos e conhecidos sobre produtos e serviços, ou seja, a fonte com maior confiança, muito a frente das mídias tradicionais.

Diante desse cenário, fica evidente que as IES precisam se adaptar ao novo comportamento do consumidor. Se os potenciais alunos não prestam atenção e nem confiam em propagandas feitas pela marca, como conseguir a atenção e confiança?

A resposta é simples: Transforme seus alunos em defensores da sua Instituição de Ensino

 

Qual a importância em ter Defensores da Marca em sua IES?

 

Se a recomendação de amigos e conhecidos é a fonte de maior confiança para a decisão de compra, as Instituições de Ensino precisam inserir seus alunos mais satisfeitos e engajados em suas estratégias de Marketing.

Com os millenials – a geração de pessoas nascidas a partir do ano 2000 – chegando aos bancos das universidades, esse comportamento deve se intensificar.

Essa geração já nasceu conectada e seu consumo de informação é quase que integralmente digital. Ao pensar em estudar em uma instituição de ensino, seu comportamento natural é buscar informações em Redes Sociais, Sites de avaliação ou pedir recomendações aos amigos em aplicativos de mensagem.

Durante essa busca, o que vai influenciar sua decisão são as opiniões de pessoas que já são alunos dessa instituição, seja por meio de reviews em sites como o Quero Bolsa, o Reclame Aqui, o Google Business ou a própria página da IES no Facebook.

Uma postagem de um amigo em uma rede social sobre a IES que estuda, seja positiva ou negativa, vai influenciar muito mais do que qualquer tipo de campanha publicitária que a IES possa fazer.

Dessa forma, é fundamental que as IES consigam manter seus alunos satisfeitos, tornando-os em Defensores de suas Marcas, pois serão esses alunos que irão propagar mensagens positivas sobre sua Instituição.

 

6 Dicas para transformar seus alunos em Defensores da sua Marca

 

1 – Tenha foco no aluno

 

Essa dica é um pouco óbvia, mas muitas empresas ainda esquecem. O motivo de existir de qualquer IES são seus alunos. Oferecer um serviço de qualidade não exige grandes investimentos e proporciona grandes retornos.

Entenda quais são as expectativas dos alunos e procure atendê-las. Isso passa pelo atendimento aos alunos nos setores administrativos, a facilidade do aluno obter informações importantes, a boa infraestrutura de salas de aulas e laboratórios.

Uma grande dica é: tente facilitar a vida do aluno, evitando burocracias e complexidade nas atividades do dia-a-dia.

 

2 – Solicite Feedback dos alunos

Como falado no item acima, entender quais são as expectativas dos alunos é a chave para poder oferecer uma boa experiência. Dessa forma, é extremamente importante que a IES mantenha canais para receber feedbacks de maneira rápida e fácil.

Além de saber quais as expectativas, ao possuir esse canal de feedback, faz com que os alunos se sintam ouvidos e importantes, o que aumenta seu nível de satisfação.

 

3 – Ensine os alunos a tirar melhor proveito da IES

Hoje, as instituições oferecem uma gama grande de serviços para se diferenciar, porém, muitas vezes os alunos não sabem como tirar o melhor proveito.

Comunique seus alunos sobre todos os serviços extras como Central de Carreiras, Aulas de apoio, Cursos Complementares, Eventos acadêmicos, Mentoria com professores, além dos laboratórios e bibliotecas. Crie uma espécie de manual e os ensine como e quando utilizar cada um dos serviços para potencializar seu aprendizado.

 

4 – Surpreenda seus alunos

A melhor maneira de gerar o “efeito UAU” de seus alunos é entregar coisas que eles não esperam. Isso pode ser desde um show surpresa na recepção dos calouros, uma aula especial com um profissional renomado, ou uma carta escrita a mão pelo reitor, parabenizando o aluno por um feito especial.

 

5 – Reconheça os feitos dos alunos

Um aluno seu foi aprovado naquele processo super concorrido de trainee? Ingressou em um mestrado? Realizou alguma ação social? Ajudou um colega? Escreveu um conteúdo sobre a IES? Publicou um artigo em uma revista científica? Reconheça-o.

Possivelmente, muitos de seus alunos tem realizado grandes feitos, seja na área acadêmica, profissional ou social. Reconhecer esses feitos é uma excelente maneira de fazê-los mais felizes e torná-los mais engajados com a IES.

O reconhecimento pode ser algo simples como chamá-los para tomar um café da manhã com o reitor ou coordenador do curso, ou mesmo uma postagem nas redes sociais da IES, parabenizando-os pela conquista.

 

6 – Agradeça-os pelas contribuições

Diariamente seus alunos fazem ações que ajudam sua IES. Seja com um feedback, uma ideia para um novo serviço, uma avaliação positiva, um depoimento, uma postagem na rede social, ou a indicação de um novo aluno.

Todas essas ações contribuem muito para a IES. Nada melhor do que reconhecer quem contribui. Um simples “muito obrigado” fará seu aluno se sentir importante e estimulará que ele faça mais ações como essa.

Outra ideia legal é recompensar esses alunos com alguns mimos, como um vale-cantina, uma camiseta da IES, um ingresso para cinema, etc. São brindes simples, mas que geram um grande valor para o aluno pelo fato de ele estar sendo reconhecido por suas ações.

 

Como utilizar os Defensores da Marca em suas estratégias de Marketing

 

Agora que você já sabe a importância de tornar seus alunos em Defensores da Marca e como fazer isso, a grande questão é:

Como utilizar os Defensores da Marca em minha estratégia de Marketing?

Para isso, existe o Marketing de Defensores. Uma estratégia de Marketing consolidada em outros países e que vem ganhando força no Brasil nos últimos anos.

Uma estratégia de Marketing de Defensores possibilita às empresas identificar quem são os clientes mais satisfeitos e fiéis, aproximá-los da marca e a partir disso mobilizá-los para que espalhem a mensagem da marca por meio de depoimentos, reviews, produção de conteúdo, compartilhamentos em redes sociais, indicações de novos clientes, etc.

Além de ajudar a transformar seus alunos atuais em um poderoso canal de atração de novos alunos, o Marketing de Defensores ajuda a reter os alunos, pois é baseado em aproximar o relacionamento dos alunos com a IES.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira o artigo “Por que as Universidades devem utilizar o Marketing de Defensores?”

O que você achou deste conteúdo?

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 5,00)
Loading...

Sérgio Fiuza

View posts by Sérgio Fiuza
Sérgio é VP de Mercado da Quero Educação, startup que já inclui mais de 300 mil estudantes no ensino superior brasileiro por meio da concessão de bolsas de estudo. Além disso, construiu também carreira acadêmica, atuando como professor na Fundação Dom Cabral e Fundação Getúlio Vargas, além de participar de projetos no MIT e na Michigan State University.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
[números e fatos]
[números e fatos]