Como tornar-se um professor de inglês

Quer ser professor de inglês? Então confira quais são os requisitos para atuar nessa profissão.

Com o crescimento da demanda por cursos de língua estrangeira no país, tem aumentado também a oferta de vagas para professores.

Seja para atuar em escolas de idiomas, em instituições de ensino públicas ou privadas e até como professor de idiomas particular, é importante conhecer quais as exigências básicas para essa profissão.

Antes de mais nada, é preciso entender que os requisitos para ser professor de idiomas dependem muito da instituição onde se deseja trabalhar e do tipo de professor que você deseja ser.

Neste artigo, indicamos algumas dicas para quem deseja se tornar um professor de inglês e quais as principais exigências que as instituições costumam solicitar para a contratação desse profissional.

E mesmo que nem todos os itens sejam requisitos obrigatórios para a vaga que almeja, tê-los em seu currículo lhe garantirão destaque no mercado de trabalho.

Leia também: Como abrir uma escola de idiomas?

Professor de idiomas

Dicas para quem deseja ser professor de idiomas

A seguir, você confere algumas dicas para quem deseja ser um professor de idiomas bem sucedido:

Invista na sua formação profissional

Além de cursos de capacitação, participe de palestras, workshops e outros tipos de eventos que podem acrescentar à sua formação.

Valorize sua cultura

Ter conhecimento prático e teórico da língua não é suficiente para ser um bom professor de inglês.

Pesquise sobre os países que falam esse idioma e sobre sua cultura e sociedade, leia livros, ouça músicas e assista a filmes de artistas desses países, de preferência no próprio idioma.

Isso também é importante para que você mantenha sempre um contato com a língua. Além disso, faça viagens sempre que possível. A sua experiência cultural será o seu maior diferencial profissional.

Leia sobre práticas de ensino

Invista na leitura sobre didáticas e metodologias de ensino de línguas estrangeiras. Ser fluente em um idioma não significa que você está apto para ensiná-lo.

Faça networking

Tenha em seu círculo social profissionais da área e não deixe de compartilhar suas experiências e conhecimentos. Redes sociais, como o LinkedIn, podem ajudar.

Afilie-se a uma associação

Há diversas associações de professores de idiomas às quais você pode afiliar-se e acompanhar suas atividades. Para a língua inglesa, a Braz-TESOL é uma das mais influentes no Brasil.

Reflita sobre didática

Analise criticamente o processo de ensino-aprendizagem de um novo idioma e pense sobre novas formas e métodos de ensinar as pessoas, principalmente os pontos mais difíceis da língua.

Faça intercâmbio

Desde os acadêmicos aos profissionais, os intercâmbios acrescentam, e muito, na sua formação. Além de promoverem conhecimentos específicos, garantem a troca cultural e o contato prático com o idioma.

Tenha certeza sobre o que quer

Ser professor não é sinônimo de ganhar muito dinheiro. Então, escolha a profissão principalmente pela sua vocação e ânimo para crescer profissionalmente.

O início pode ser um pouco difícil, mas com investimento, dedicação e experiência, o retorno no futuro será bastante merecido.

Professores de inglês

Requisitos exigidos pelas instituições

Agora, você confere alguns requisitos básicos exigidos pelas instituições de ensino e escolas de idiomas.

Mas lembre-se: essas exigências podem mudar de empresa para empresa, mas sempre serão um diferencial no seu currículo.

Quer saber mais sobre como as instituições recrutam os seus professores, então indico a leitura do artigo Gestão de pessoas: como recrutar os melhores docentes.

Experiência no exterior

Exigida por grande parte das escolas de idiomas, a vivência do profissional por, no mínimo, 6 meses no exterior fará toda a diferença para quem deseja dar aulas de língua estrangeira, principalmente se o país onde morou tem essa língua como idioma oficial.

Além de melhorar a fluência no idioma pela necessidade prática do cotidiano, o profissional adquire uma interessante bagagem cultural que poderá ser um diferencial para suas aulas.

Algumas escolas intercalam aulas, para uma mesma turma, de professores que moraram em locais diferentes.

Assim, os alunos assistem às aulas de profissionais que tiveram contato com diferentes experiências – e até mesmo sotaques de um mesmo idioma.

Certificação internacional

As instituições mais sérias e com uma metodologia mais profissional exigem que os professores tenham certificação internacional.

Para o inglês, as certificações mais conhecidas são a TOEFL, TOEIC, CAE, CPE e IELTS, mas cada idioma possui suas próprias certificações.

Essas certificações, também chamadas de testes de proficiência, servem para provar o domínio do idioma, não apenas demonstrado na prática, mas com um documento que o comprove.

São exigidas por muitas universidades, instituições de ensino, empresas e até instituições governamentais.

Os certificados indicam o nível de proficiência da pessoa, baseando-se nas classificações utilizadas no padrão internacional de descrição de habilidades linguísticas.

Formação acadêmica

Algumas instituições, principalmente as públicas e governamentais, não exigem experiência no exterior, mas enxergam a graduação como requisito fundamental.

Isso, por que ser fluente em um idioma é bem diferente de ser professor.

Em alguns editais, a exigência pode ser para qualquer nível superior, mas outros exigem formação específica em Letras ou Pedagogia e áreas afins.

Alguns cursos complementares – ou habilitações – podem ser um grande diferencial em seu currículo e experiência profissional, como o de tradutor e intérprete e a Licenciatura.

Cursos de pós-graduação também são muito bem-vindos, além de serem exigidos para quem deseja dar aulas em faculdades e universidades.

Leia mais: Como captar alunos para escolas de idiomas

Para lembrar

Se você chegou até aqui, então já sabe que se tornar um professor de inglês bem sucedido não é um caminho fácil.

Por isso, é preciso ter em mente que a dedicação é fundamental.

E uma dica que não contei antes mas que deixo aqui como um presente para você é o conhecimento do mercado.

Para qualquer profissão, é importante estudar o mercado e conhecer a sua realidade e tendências.

Se você deseja estar por dentro do mercado de escolas de idiomas e receber conteúdos ricos, então não deixe de assinar a nossa newsletter.

O que você achou deste conteúdo?

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 5,00)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
[números e fatos]
[números e fatos]