Como apresentar sua escola para um possível aluno

Saiba como proporcionar ao futuro aluno uma experiência positiva no primeiro contato pessoalmente, via internet ou telefone.

Cada escola de idiomas no Brasil afirma ter algo exclusivo para oferecer ao cliente, mas isso pode ser difícil de ser expressado no modo como elas são apresentadas na internet, por telefone ou até pessoalmente.

Se levarmos em conta que o Brasil conta com mais de 5 mil escolas de idiomas, como é possível que você se destaque, sobretudo se a sua escola não fizer parte de uma franquia gigante e conhecida?

Como você apresenta sua escola de idiomas aos futuros alunos, pais e professores para deixá-los com uma ótima impressão e fazer com que escolham estudar na sua escola, em vez de qualquer outra das tantas opções?

Com o intuito de responder a essa pergunta, fizemos uma lista de como deixar seus futuros alunos encantados e persuadidos a escolher a sua escola de idiomas.

Dicas para deixar uma ótima primeira impressão sobre sua escola de idiomas

A primeira impressão é a que fica, diz o ditado. Para quem trabalha com o público, é essencial demonstrar interesse, entusiasmo e conhecimento sobre aquilo que pretende vender ao cliente.

Ao se aproximar de pais e alunos interessados na sua escola de idiomas, é importante se lembrar de alguns itens para não perder a oportunidade:

1 – Qual o seu principal diferencial?

O que você acredita que seja uma característica única da sua escola de idiomas?

Ela conta com uma cantina? Está localizada num lugar de fácil acesso? Tem horários flexíveis ou plantão de dúvidas?

Promove viagens de imersão? Oferece material didático moderno? O método de ensino é considerado inovador? As aulas são realizadas fora da classe, de vez em quando?

O diferencial da sua escola de idiomas é a primeira coisa que você deve saber bem antes de promovê-la.

Não precisa ser nada mirabolante ou super “descolado”, mas interessante o bastante para atrair um público-alvo.

2 – Faça deste diferencial o seu cartão de visita

Presumimos que sua escola de idiomas já tenha site ou, ao menos, página nas redes sociais, uma vez que a internet é o primeiro lugar onde o prospecto vai buscar informação sobre a escola.

Neste caso, mencione o diferencial da instituição na primeira frase de introdução.

As primeiras linhas já têm de deixar claro por que os alunos devem escolher sua escola.

Em vez de começar o texto por “oferecemos curso de inglês e espanhol”, o que é bastante óbvio, inicie a descrição da escola por aquilo que a torna diferente das outras.

3 – Inclua fotos reais no site e perfis da escola

Estamos na era das imagens, as pessoas prestam mais atenção em fotos e vídeos do que leem.

Então, publique fotos atraentes que representem sua escola de idiomas e que possam ser compartilhadas.

Em vez de usar fotos de bancos de imagens, registre as salas de aula e os outros ambientes.

Essas imagens não precisam e nem devem ser limitadas à instituição.

Publique também imagens do entorno da escola, dos cartões postais e lugares populares da cidade e dos eventos realizados com as turmas da sua escola.

Afinal, o aluno também se interessa pela experiência fora da classe.

4 – Seja criativo ao publicar vídeos storytelling

As imagens dizem muito, mas não há nada como publicar vídeos curtinhos contando a história da sua escola de idiomas.

Qual poderia ser o conteúdo desses vídeos?

Depoimentos reais de alunos, professores e funcionários; encontros fora da sala de aula, exposições e outros eventos promovidos pela escola, uma apresentação do local feita por todos os envolvidos.

Veja alguns exemplos:

5 – Seja honesto sobre os pontos fortes e fracos do curso

Isto vale, sobretudo, para quando o aluno visita a escola pessoalmente. Seja honesto sobre os pontos fortes e fracos do seu curso de idiomas.

Todo programa de ensino de línguas tem limitações. Não precisamos refletir muito sobre o assunto para perceber uma contradição entre o número de escolas de idiomas e suas promessas e o número tão baixo de brasileiros que se declaram fluentes em inglês — apenas 5%.

Tentar satisfazer o aluno em todos os aspectos pode te prejudicar a longo prazo, portanto, se delimitamos e conhecemos exatamente o que oferecemos, a chance de atrair alunos é maior.

6 – Promova uma visita guiada

Há casos em que o interessado vai lhe telefonar para saber sobre a escola. Há outros em que o cliente vai chegar de surpresa, esteja preparado. Um membro do departamento de marketing, agradável e bem informado, conduzirá um tour para apresentar a escola.

Durante o “passeio”, fale sobre o diferencial da escola, o curso, o método e os professores; cite exemplos de alunos bem-sucedidos, mostre as salas, a biblioteca e os demais departamentos. Nesse momento, entregue o flyer da escola.

Ao final da visita, faça perguntas e dê espaço para que o futuro cliente expresse suas dúvidas e impressões sobre a escola.

7 – Defina uma padrão de atendimento e treine a equipe com base nisto

Guiar os funcionários para que desenvolvam uma comunicação clara, aberta e assertiva é essencial para o atendimento ao cliente.

Se você quer exigir padrões de atendimento impecáveis do seu time de marketing, defina exatamente o que vai exigir porque, se você não estipular suas expectativas com precisão, elas não serão atendidas.

  • Um modelo básico de atendimento por telefone consiste em manter o interesse do aluno que procura o seu curso de idiomas. Para isso, é preciso um script chamativo e objetivo, que responda às dúvidas do cliente.
  • O funcionário precisa saber com quem está falando, então, tem de perguntar qual é a idade, ocupação, o que pretende alcançar com o aprendizado daquele determinado idioma.
  • Precisa também saber o momento de oferecer uma visita guiada pela escola, nesse caso, tem de deixar um pouco de informação guardada para o momento em que o futuro aluno vai conhecer a escola.

Conclusão

Como dono, professor ou gestor da escola de idiomas, é seu papel compartilhar com todos os funcionários seus desejos com relação a como apresentar a escola. Cada um dos funcionários participa do sucesso de sua escola, portanto, incentive-os a permanecerem positivos.

Se todos estão a par dos procedimentos e dispostos a caminhar em direção a um objetivo comum, fica mais fácil atrair os alunos e transmitir uma ótima impressão da escola.

Analise o perfil mais atraído pela sua instituição — são na maioria adultos ou adolescentes? Conhecer seu público-alvo lhe dá base para saber como se dirigir a ele.

O aluno deve sentir que teve uma experiência positiva ao visitar o seu perfil na internet, ao telefonar ou ir pessoalmente até a escola.

Gostou do artigo? Acesse outros conteúdos do blog Quero Alunos, inclusive sobre captação nas escolas de idiomas, e não deixe de inscrever-se na newsletter!

O que você achou deste conteúdo?

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 5,00)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
[números e fatos]
[números e fatos]