Checklist de divulgação de cursos: ganhe o aluno pela credibilidade

Para garantir uma comunicação minuciosa e que atraia mais alunos, não deixe de conferir essa checklist de divulgação de cursos.

Tempo de leitura: 7 minutos. Você vai ler sobre:

  • Principais riscos e cuidados
  • Como resolver problemas originados pela falta de informações
  • Checklist de divulgação de cursos
  • Como saber se estou comunicando corretamente?

Vamos fazer um teste: abra uma nova aba no seu navegador, vá até o site da sua instituição de ensino e busque informações sobre um curso de graduação — o primeiro que surgir na sua cabeça.

Quantos cliques foram necessários? Você encontrou tudo que poderia sobre esse curso? Tem certeza?

Busca no Google

Uma pesquisa recente sobre a educação superior privada mostrou que 52% das instituições de ensino analisadas não possuíam informações básicas em suas páginas; tais como duração do curso, preço da mensalidade, possibilidade de financiamentos, descontos ou bolsas, grade curricular, processo seletivo, entre outros.

Quando um aluno faz essa mesma busca, essa falta de referências pode ser determinante para sua tomada de decisão.

É por isso que preparamos um checklist de divulgação de cursos para que seu processo seja o mais claro possível e de modo que você conquiste a confiança de potenciais ingressantes. Mas antes, vamos entender o que mais pode ser feito para que toda a comunicação dos cursos da sua universidade esteja bem estruturada para a captação de alunos.

Riscos e cuidados

Uma das questões mais importantes para garantir que um aluno interessado na faculdade vá se matricular é gerir suas expectativas e ter certeza de que elas condizem com a realidade.

É extremamente comum sites, redes sociais ou mesmo atendentes ao telefone disseminarem informações erradas, divergentes ou incompletas.

No Quero Bolsa, inclusive, a falta de clareza das universidades é um dos grandes motivos por trás das reclamações dos alunos.

Pode ser que uma graduação esteja sendo divulgada com uma duração diferente, datas desatualizadas para inscrições, ou que o portfólio esteja repleto de cursos em baixa no mercado, por exemplo.

E o que acontece quando, hipoteticamente, um aluno chega ao balcão para fazer sua matrícula para estudar no turno da noite, como ele leu online que poderia, quando na verdade as aulas são de manhã?

Esse tipo de situação muitas vezes é irremediável não só pelo lado prático (nesse caso, possível incompatibilidade com sua rotina), como pela frustração gerada.

Como consequência, se ele não acabar desistindo de ingressar em uma faculdade naquele semestre, irá, fatalmente, procurar outra instituição.

Uma evidência: quando essa divergência acontece quanto às informações necessárias para matricular-se com o desconto que ele garantiu no Quero Bolsa, alguns alunos optam por migrar para outra universidade.

Isso não faz só com que a faculdade perca o aluno. Ela acaba perdendo também outra coisa preciosa e difícil de reconquistar: sua credibilidade.

Como resolver?

Há três maneiras essenciais de não deixar que esses perigos assombrem sua instituição:

  • Alinhamento total e constante

O departamento acadêmico, o setor de marketing e o time de atendimento e suporte devem estar sempre em contato para que todos estejam na mesma página e nada se perca.

Pode-se usar inclusive mais de um método, os que funcionarem melhor para a equipe, para garantir esse alinhamento: comunicados por escrito, e-mails de atualização, murais, treinamentos presenciais, reuniões ou outras ferramentas internas — o importante é que as informações estejam concentradas em um só lugar, disponíveis para consulta, e possam ser facilmente atualizadas.

  • Acesso facilitado em todos os canais

O caminho que o aluno deve percorrer para encontrar a informação que necessita deve ser extremamente simples e óbvio. Se ele entra no site da instituição e precisa realizar uma investigação para descobrir qual é a grade curricular do curso que ele busca, algo está errado.

Tenha certeza de que a navegabilidade da página é amigável e hierarquize o que há de mais relevante em seu conteúdo, incluindo destaques e links. Sempre que cabível, em redes sociais, e-mail ou outros meios usados para divulgar os cursos, inclua a opção do aluno ser redirecionado para saber mais.

  • Informação completa

Neste caso em uma página de curso, sempre será melhor pecar pelo excesso que pela falta. Às vezes pode parecer que algum ponto não seja relevante para os estudantes que ainda não estão matriculados como a data de início das aulas ou os documentos requeridos para a admissão.

No entanto, são informações que podem influenciar no processo de tomada de decisão do aluno. É importante lembrar que estamos falando de um aluno frequentemente indeciso e analítico, que irá comparar inúmeras alternativas — pode ser que um detalhe a mais na página do concorrente faça a diferença.

Por isso, vamos à checklist de tudo que você deve incluir na sua.

checklist de divulgação de cursos

Checklist de divulgação de curso

  • Nome
  • Turno
  • Duração
  • Nível
  • Descrição
  • Presencial ou online
  • Local e campus
  • Tipo de formação
  • Carga horária
  • Estrutura do curso
  • Grade curricular
  • Professores
  • Coordenadores
  • Público alvo
  • Pré-requisitos
  • Mercado de trabalho
  • Data de início das aulas
  • Preço cheio da mensalidade
  • Financiamentos, descontos ou bolsas
  • Processo seletivo
  • Prazo de inscrição
  • Preço de inscrição
  • Data de matrícula
  • Preço da matrícula
  • Documentos necessários
  • Infraestrutura
  • Depoimentos de alunos

Para parceiros do Quero Bolsa que têm seus cursos divulgados na plataforma, é importante também especificar alguns pontos quanto à elegibilidade do aluno para obtenção do desconto e informações sobre matrícula e pagamento.

Deixando claro a quem a oferta se destina, o Quero Bolsa consegue também ser assertivo em captar os leads que a instituição busca por meio do marketplace. Entre esses pontos:

  • A bolsa destina-se apenas a alunos ingressantes em sua primeira graduação?
  • O aluno pode ter tido algum tipo de vínculo com a instituição no passado?
  • O desconto se aplica a todas as mensalidades, incluindo matrícula e rematrículas?
  • O desconto pode ser acumulado com outro programa?
  • Em que situações o aluno pode ter a bolsa suspensa ou cancelada?
  • Há algum procedimento específico que o aluno precisa seguir para se matricular com a bolsa?
  • Em que dia do mês ele precisa efetuar o pagamento?
  • O número de mensalidades é igual à duração do curso?
  • Se há benefícios extras, no que consistem e em que mês o aluno terá os benefícios?

Como saber se estou comunicando certo?

É sempre bom olhar para os números para entender quão bem sucedida está sendo sua iniciativa. Suas taxas de conversões, para começar, são métricas importantes de acompanhar.

Monitore regularmente o número de visitantes únicos no site, analisando a jornada de cada perfil de público dentro dele para entender quantos alunos são conduzidos até páginas de inscrição e então verifique quantos desses representam matrículas efetivadas.

Busque compreender o comportamento de seus usuários e as barreiras que enfrentam para completar esse processo.

visitantes únicos no site

O mesmo pode ser feito quanto aos contatos telefônicos, inclusive analisando-os qualitativamente. Categorize motivos de reclamação dos alunos e cruze esses dados com taxas de cancelamentos ou reembolsos.

No Quero Bolsa, outras métricas monitoradas são o número de universidades parceiras com informações completas, auditadas e atualizadas; a taxa de atratividade e exclusividade das parceiras; taxa de problemas; taxa de reembolsos e seus motivos; número de contatos por aluno; além da realização de testes A/B na página do produto e na página de busca, para que formas diferentes de comunicar um mesmo tema sejam comparadas.

Para lembrar

Fornecer informações completas e atualizadas aos alunos é essencial para conquistar sua confiança e demonstrar credibilidade. Quando compreendemos sua jornada, fica claro que uma divulgação minuciosa sobre um curso aumenta as chances de conversão da faculdade e reduz incidência de desistências, pois ele tem o que precisa para tomar a melhor decisão e se matricular.

Por isso, tenha em mente:

  • Mantenha o departamento acadêmico, o time de marketing e a equipe de atendimento e suporte alinhados a todo o momento;
  • Faça com que seja fácil o aluno encontrar o que precisa dentro dos seus canais;
  • Não deixe nenhuma informação de fora, principalmente se ela puder representar uma frustração ao aluno no momento da matrícula.

E para garantir que todos os dados necessários para a tomada de decisão do aluno, estejam devidamente expostos no seu site, claro, utilize o checklist de divulgação de cursos disponível aqui neste artigo.

Aproveite também para baixar gratuitamente o super kit de Plano de Marketing para captação de alunos que fizemos em parceria com a Rock Content e maximize o seu número de matrículas:

baixe gratis o plano de marketing para captação de alunos

 

O que você achou deste conteúdo?

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Sérgio Fiuza

View posts by Sérgio Fiuza
Sérgio é VP de Mercado da Quero Educação, startup que já inclui mais de 300 mil estudantes no ensino superior brasileiro por meio da concessão de bolsas de estudo. Além disso, construiu também carreira acadêmica, atuando como professor na Fundação Dom Cabral e Fundação Getúlio Vargas, além de participar de projetos no MIT e na Michigan State University.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
[números e fatos]
[números e fatos]